Adrimar Rietje Braxton 530 TE, a vaca que veio para mudar a história das classificações da Raça Holandesa no Brasil!

Uma celebridade que não cansamos de admirar, guerreira e deslumbrante Adrimar Rietje Braxton 530 TE com uma genealogia almejada, iniciou sua trajetória no ano de 2012 quando nascia na propriedade da Família Kok, complementando o belo rebanho. Com classificação 87 de primeira cria, na sua época campeã 3 anos júnior, Rietje passou por partos difíceis em um deles com gêmeos e retenção de placenta, emprenhou novamente desta vez com dificuldades para embalar a lactação, mas com todo cuidado proporcionado pelos criadores ela superou os momentos difíceis e é motivo de orgulho para as famílias Kok e De Boer.

Para satisfação das famílias e da equipe APCBRH Adrimar Rietje Braxton 530 TE foi classificada ontem como EX 96, sendo a maior pontuação na classificação para tipo da história da Raça Holandesa no Brasil.

Merecedora de seus vários prêmios conquistados em exposições no estado do Paraná participou de campeonatos concorrendo com grandes nomes do cenário Holandês. Só este ano levou 8 prêmios, Rietje é Campeã 5 anos, Melhor Úbere e Grande Campeã nos campeonatos da Expofrísia e Expoleite 2017, fez parte do primeiro melhor conjunto de vacas leiteiras (Expofrísia) e terceiro lugar no campeonato 5 anos da Agroleite 2017.

Criada por Adriaan Frederik Kok (Arapoti) filha de Regancrest S Braxton-ET e Baronesa Rietje Tomahawk 100, em maio deste ano passou a fazer parte do rebanho da propriedade de Hendrik de Boer e Reinaldo de Boer na Fazenda Analândia em Castro/PR. Adriaan fez um belo trabalho e reconhece o potencial alcançado por meio da Família De Boer “Tenho na propriedade mais duas irmãs da 530 que são excelentes e outras irmãs classificadas muito boas de primeira cria. O expositor Reinaldo e seus filhos fizeram um bom manejo de parto e pós-parto e conseguiram mostrar o potencial da vaca”.

Classificada na data de ontem 13/12, pelos classificadores Pedro Guimarães R Neto e Silvano Valoto como EX-96 com pontuação nos compostos Força leiteira 97, Pernas e pés 97 e Sistema mamário 96. De acordo com o regulamento da Raça Holandesa no Brasil, acima de 93 pontos e mais de 3 partos a classificação deve ser realizada por mais de um classificador.

Na sua última lactação encerrada em 341 dias ela produziu 04/06 | 3x | 341D | 12.451Kg/L | 427G | 337 P. Hoje com 40 dias parida Rietje está produzindo 50 litros. Na Avaliação Genética Clássica ela obteve valores de Índice de Seleção Genética - ISG igual a 1.084 com PTA/Leite de 300Kg e PTA/Tipo de 0,60.

Apenas 5 animais tiveram grandes pontuações no Brasil que chegaram próximo a esse feito, A.M.A. Goldwyn Lydia-649-TE (MG) Em 2016, Tang Kelly Broker Windstar Morty (RS) Em 2015, Diamantina Roca Goldwyn Tocha TE (Pr) 2014, Chácara Cristalina Gelada Alvin (PR) Em 2013 e Kuipercrest Storm (MG) em 2010 todas classificadas EX95.

 “Que dia memorável! Parabéns família Boer, Reinaldo esposa e seus filhos, sei do incrível trabalho que vocês estão desenvolvendo, a luta, a perseverança e a dedicação constante com a pitada de paixão pelo que faz não poderia ser diferente. Esse novo recorde da raça no Brasil nos enche de orgulho, meus parabéns novamente, vocês merecem” Reinaldo Figueiredo – Presidente ABCBRH.

“Rietje 530 é o sonho de todo criador, para tornar realidade temos que fazer como estes criadores, muito trabalho, dedicação, conhecimento em genética e manejo. A família APCBRH está orgulhosa de ter estes criadores no seu quadro associativo” Hans Jan Groenwold – Presidente da APCBRH.

Nós da equipe APCBRH não podíamos finalizar de modo diferente do que com as sinceras palavras da família de Boer “Rietje foi paixão a primeira vista, em pé em sua cama na exposição de Carambeí comendo feno de forma inacreditável, mostrando toda sua potência e qualidade, passou facilmente a impressão de ser uma vaca especial. Nós como aficionados da Raça Holandesa, sempre discutimos o tipo ideal de vaca, e de maneira muito rápida chegamos ao consenso de que aquele animal aliava tudo; Força leiteira, angulosidade, ótimos aprumos, excepcional sistema mamário e muito estilo. Com estes atributos, foi um prazer recomeçar um trabalho com este animal depois da compra. Já naquela exposição após o negócio fechado ela já nos surpreendeu e foi a Grande Campeã da raça, isso nos deu uma maior certeza ainda de que fizemos a coisa certa. Assim que ela colocou os pés na Fazenda Analândia, iniciou-se um trabalho visando os próximos eventos. Em julho na exposição de Arapoti, foi mais uma ótima conquista onde ela nos ajudou a levar para casa o título de Melhor Expositor da raça, consagrando-se novamente Grande Campeã. Em agosto na Agroleite, mesmo uma semana antes de secar, com pouco menos de 400 dias em lactação ela se apresentou muito bem. Ter Rietje em nossa fazenda é uma alegria diária. Além de todas as qualidades morfológicas, ela é um doce de animal. Chamamos ela de vaca "fácil de lidar". Desfruta muito bem de sua baia individual, dieta regrada e banho cotidiano.

Finalizando, gostaríamos de agradecer ao Adriaan Frederik Kok pela criação deste animal, a todas as pessoas envolvidas neste trabalho inclusive a APCBRH e seus classificadores de grande profissionalismo”.

Fonte: APCBRH

Adrimar Rietje Braxton 530 TE
classificadores APCBRH Pedro Guimarães R Neto e Silvano Valoto

Adrimar Rietje Braxton 530 TE, a vaca que veio para mudar a história das classificações da Raça Holandesa no Brasil!

14 de dezembro de 2017